[ENTREVISTA] beMemo nova ferramenta para BI

Caro, tive o prazer de conversar com os representantes da empresa que distribui o BeMemo, uma aplicação de BI em nuvem(Cloud), hospedada na Amazon AWS, bastante inovador e que vem para contribuir com diversas outras aplicações que estão aparecendo no mercado.

Fiz uma entrevista com o porta-voz Lajos Szocs, Diretor da bememo.com Ltda. ele informa como funciona o software e o mercado software, confira!!!

BI comVatapá. 1. Como funciona o beMemo na questão padrão de dados como fonte de entrada para a ferramenta? É necessário utilizar um formato específico?


Resp. Atualmente, o beMemo pode ler dados provenientes de planilhas Excel e de arquivos texto (CSV) que estejam estruturados de acordo com três conceitos principais:

1 – Tempo

O Tempo é representado por um campo de data que determina a periodicidade das informações e como elas mudam ao longo do tempo

2 – Dimensões

Dimensões são campos do tipo texto, usados para agregações e podem representar unidades de negócios, produtos, regiões, lojas e assim por diante.

3 – Variáveis

Variáveis são campos numéricos com os valores a serem analisados, tais como receita, custo, quantidade vendida, etc. Esses valores são o resultado das combinações entre Tempo e Dimensão.

Para que uma fonte de dados possa ser carregada no beMemo, ela deve conter ao menos 1 campo de data, 1 campo de dimensão e 1 campo de variável.

Disponibilizamos também, um utilitário para a automatização da carga.

Em breve teremos disponível um conector padrão JBI.


BI comVatapá. 2. A carga dos dados na ferramenta é parecida com o processo clássico do Data Warehouse: Staging, Dimensões e Fatos?



Resp. Não. Somente é necessário um arquivo desnormalizado, com as características descritas no ítem anterior.


BI comVatapá. 3. Qual o volume em gigabytes suportado pela ferramenta para que a performance não seja afetada? No aspecto consulta dos dados.



Resp. O beMemo utiliza a estrutura AWS/EC2 da Amazon, o que torna o volume de dados suportado virtualmente ilimitado. Da mesma forma, esta
estrutura permite a elasticidade no que diz respeito à capacidade de processamento, permitindo que a performance não seja afetada pelo volume de dados.


BI comVatapá. 4. Possuo um Data Warehouse na minha empresa, o beMemo possue a funcionalidade de ler estes dados conectando diretamente no meu servidor de DW?


Resp. Sim, através do conector JBI que estará disponível em breve. Além disso, o utilitário beMemo Batch Loader pode ser integrado aos processos de ETL do seu DW.


BI comVatapá 5. Vocês tem projetos já desenvolvidos em clientes públicos e privados?

Resp. Ainda não. O beMemo foi oficialmente lançado em 15 de Maio de 2013.


BI comVatapá. 6. Vocês tem representantes no Nordeste?


Resp. Não temos representantes no Nordeste, porém possuímos um modelo de parcerias para distribuidores de software ou consultores, conforme descrito em nosso site.


BI comVatapá 7. Qual a tecnologia que o beMemo utiliza: Cubos (Bancos MOLAP), in-memory, ROLAP ( bancos relacionais)?



Resp. O beMemo utiliza um modelo próprio de acesso a dados e faz uso de tecnologia relacional e colunar OLAP.


Compatilhe no Google Plus

Sobre Grimaldo Oliveira

Mestre pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) no Curso de Mestrado Profissional Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação (GESTEC) com o projeto “GESMOODLE – Ferramenta de acompanhamento do aluno de graduação, no ambiente virtual de aprendizagem(MOODLE), no contexto da UNEB“. Possui também Especialização em Análise de Sistemas pela Faculdade Visconde de Cairu e Bacharelado em Estatística pela Universidade Federal da Bahia. Atua profissionalmente como consultor há mais de 15 anos nas áreas de Data Warehouse, Mineração de Dados, Ferramentas de Tomada de Decisão e Estatística. Atualmente é editor do blog BI com Vatapá. Livro: BI COMO DEVE SER - www.bicomodeveser.com.br

4 comentários:

Josenildo Almeida disse...

Caro Grimaldo,
Já conhece o QlickView?

Grimaldo Oliveira disse...

Grande Josenildo, tive uma prova de conceito com o produto e gostei bastante.

Anônimo disse...

É só comparar os preços...
Também o Qlickview roda na memória local de cada estação.

Anônimo disse...

É bem ruim esse tal bedemo!!